Sunday, July 24, 2011

sobre aquele "comediante"

(eu nao vou nem citar o nome dele porque nao quero gente que dá google nesse nome caia no meu precioso blog humanista).

pois bem, esse senhor abriu a boca, um tempo atrás, pra dizer que só mulher feia é estuprada e deviam agradecer.

olha, seu fulano, posso citar no mínimo 3 meninas que passaram por isso e elas sao bem bonitas. tao bonitas que aposto que nenhuma delas daria pra você - só se você as estuprasse, mesmo. e o favor, nesse caso, seria feito a você :* aliás, que eu saiba, feios sao os estupradores - pessoas tao horrendas que só trepam se estuprarem alguém mesmo.



olha, seu doente mental, se até o grande sócrates foi condenado ao silêncio eterno, por que você tem o direito de falar essas merdas por aí?

como diria marilena chauí, na ausência de intelectuais engajados (só resta eu, pelo jeito, mas eu sou muito gatinha e ninguém leva a sério), só restam os "especialistas competentes" ("competentes"), que se acham capazes de dar pitaco sobre tudo e acabam só FALANDO MERDA.

7 comments:

Flávia Péret said...

oi, Ivi
Tem um monte de mulher inteligente, bonita e preocupada com essas questões. Ainda bem! Às vezes parece que estamos isoladas e sozinhas porque o que repercute na mídia são essas opiniões sexistas. A questão é tentar articular o nosso trabalho, nossas pesquisas e nossa atuação. Criar uma rede, trabalhar junto... Depois entra no site do agrupamento Obscena de BH (www.obscenica.ning.com). Elas desenvolvem um trabalho incrível (já realizaram intervenções no Recife) sobre as questões da mulher e o machismo no Brasil. Eu escrevi um livro que será lançado no segundo semestre sobre a história da imprensa gay no Brasil, um capítulo é dedicado à homofobia e ao machismo. Minha pesquisa de mestrado foi sobre a representação das travestis na literatura brasileira e a inclusão de vozes sexualmente marginalizadas no campo literário. Atualmente venho me interessando pelo cinema produzido por mulheres e que tratam politicamente desse universo. Eu trabalho numa escola em Belo Horizonte, Oi Kabum Escola de Arte e Tecnologia (oikabumbh.ning.com) e uma aluna ano passado desenvolveu um ensaio fotográfico com meninas gays e recortes de jornais. Ela criou uma espécie de colagem. Um trabalho super impactante e bem feito. Bom, são várias as questões, queria só dar o toque mesmo que acho que podemos nos fortalecer...
beijo grande,
Flávia

donnanina said...

Definitivamente, aquele imbecil é um estúpido! E o pior, o doente tem espaço nessa mídia tãaaaaaao chaide engodo...
Espero que venha a punição sim, não só para ele, mas para TODOS os doentes que fazem "piada" -oi? com algo tãaaao sério!
Cara nojento...

vodca barata said...

flavia, fucei esse links que tu enviasse, brigada. é muito bom ter leitoras como tu! e ei, tem algum canto que dê pra ler tua tese? um pdf, alguma coisa?

brigada e beijo!

e donnanina, é isso, tô contigo! :)

Flávia Péret said...

oi!
Ela foi publicada no site Domínio Público, tem que fazer um cadastro para entrar, mas acho que vale a pena porque tem muito material interessante publicado lá.
O nome da dissertação é Homossexualidade, violência e pobreza: as representações do amor não-hegemônico em Cidade de Deus e Carandiru.
beijo grande,
Flávia

vodca barata said...

arrasou, flavia, brigada!

vou fucar por lá. se eu nao entender coisas vou perguntar, logo aviso! ;)

beijao

Overdosedelusho said...

Ivi, outro dia ouvi o seguinte comentário de uma pessoa que achava ser inteligente, "Os caras na balada são filhos da puta. Mas, só se aproveitam das meninas que são burras, que ficam bêbadas e usam roupa curta. Depois falam que foram estupradas." Affe! Como proceder?

vodca barata said...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaafe!